@ tainah negreiros

sábado, 31 de março de 2007


Eu deveria vir até aqui e falar de Stalker. Falar dos cenários, da mise-en-scène, ou de como seus atores são magníficos. Usar linhas e linhas falando de sua cena final e do meu arrebatamento. Poderia vir e falar de toda a sensibilidade de Tarkovski e de como ele faz de seu filme um poema que acalenta corações perdidos como o meu. Ou ainda, falar sobre a febre que senti, ou falar do choro. É, talvez eu devesse fazer tudo isso mesmo.




Mas prefiro só dizer que ele me roubou do mundo. E que agora, nesse instante, não penso em nada melhor que se possa fazer por alguém.

3 comentários:

Thamires disse...

Preciso ver esse filme, né?!
Amo.
;********************

Natt disse...

o blog é o mesmo mas o endereço mudou, ok? agora é iwannaknowasecret.blogspot.com

;))

;*

menina tamarindo. disse...

stalker é o nome do filme??

me de mais informações, fiquei com vontade de vê-lo!

abraços.