@ tainah negreiros

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008


sobre não ter o que dizer diante certas coisas da vida
certas coisas maiores que nós
sobre gemido, grunido, grito, som
sobre ultrapassar o que diríamos arte
e ser eterno por ser vida, existência
isto que é sobre um irresistível desejo
de confissão

Um comentário:

Rebs disse...

TAmbém ando assim, querendo confessar, escavar...

Beijo saudoso!