@ tainah negreiros

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

E eu que nos últimos dias só venho conseguindo dizer pela boca de Galeano. E ele vai embora em alguns dias bem quando o autor me encontra contando de outra despedida. Nem vai demorar nada, mas com o tempo só desaprendo mais e mais a largar dele, não sei como se faz isso. E ontem antes de dormir eu fiquei olhando pra ele enquanto assistia tv e pensei mais uma vez: "Eu sabia antes de ti que os olhos de quem eu amaria eram como os teus, o que veio depois foi um encontro com isso."


A mulher que diz tchau


Levo comigo um maço vazio e amassado de
Republicana e uma revista velha que ficou por aqui. Levo comigo as duas últimas passagens de trem. Levo comigo um guardanapo de papel com minha cara que você desenhou, da boca sai um balãozinho com palavras, as palavras dizem coisas engraçadas. Também levo comigo uma folha de acácia recolhida na rua, uma outra noite, quando caminhávamos separados pela multidão. E outra folha, petrificada, branca, com um furinho como uma janela, e a janela estava fechada pela água e eu soprei e vi você e esse foi o dia em que a sorte começou.

Levo comigo o gosto do vinho na boca. (Por todas as coisas boas, diziamos, todas as coisas cada vez melhores que nos vão acontecer.)

Não levo uma única gota de veneno. Levo os beijos de quando você partia (eu nunca estava dormindo, nunca). E um assombro por tudo isso que nenhuma carta, nenhuma explicação, podem dizer a ninguém o que foi.

5 comentários:

Mari disse...

Tão surpreendente saber da sua visita.
Mais ainda depois de te ler.
Que prazer nesse contato.
Quero saber mais de você.
meninadoretrato@gmail.com

Liah in Casulo disse...

Menina que carrega dentro do bolso sonhos pintados de todas as cores!!

beijinhos, queridosa!!

Celebro-te!!

Naira Cibele disse...

você não me conhece, mais adoro teu espaço! um aconchego na rede!

abraço!

Rebecca P. disse...

"Eu sabia antes de ti que os olhos de quem eu amaria eram como os teus, o que veio depois foi um encontro com isso."
Isso é de uma beleza tão profunda... é do galeano tb? ou é seu? que livro é esse dele? me aplica?

Naira Cibele disse...

sim! sou da cidade que aquece e pulsa!
e sim! estão todos lá! então sinta-se a vontade para visitá-los sempre!
eu desde nem me lembro já me embrenho nos teus posts-aconchegos!

abraço!