@ tainah negreiros

sábado, 4 de julho de 2009

aprenderei a dormir
na memória de um muro,
na respiração
de um animal que sonha.

Um comentário:

Rebecca P. disse...

Belíssimo esse quase haicai...

tão delicado...